A pouco e pouco dentro do skate as mentalidades começam a mudar, e será este também mais um tema quente de que ainda muito se irá falar!?

O tema “género” tem sido muito abordado nos últimos tempos, e quer se queira, quer se não queira, as coisas caminham finalmente e felizmente, para uma maior inclusão de todos.

Se pensarmos bem, o skate sempre foi visto como um movimento inclusivo, sempre se afirmou, que o skate não se olha para a raça, atitude, ideologia, nacionalidade etc. Sempre se disse que somos todos skaters, independentemente das diferenças.

Mas será que as coisas são mesmo assim ditas inclusivas, num movimento massivamente dominado pelo sexo masculino!? Não terão estes assuntos sido, um grande tabu até agora, devido aos “pilares do skate”, serem demasiadamente levados a sério por todos nós, tornando nos bastante impermeáveis às diferenças, das quais a comunidade se diz tão a favor da liberdade de cada um?

Sabemos bem que tem havido grandes progressos, e os últimos dois anos foram os mais importantes de sempre, sobretudo com uma maior inclusão e respeito sobre as mulheres na comunidade e com uma grande parte das marcas a finalmente aceitarem skaters femininas nos seus teams.

Mais… ainda há muito pouco tempo, um dos mais influentes skaters da actualidade, finalmente decidiu assumir publicamente a sua homosexualidade, falamos é claro do Brian Anderson, que motivou que outros também o tenham feito entretanto, e sabemos que outros tantos não tendo a necessidade de o tornar público, certamente começam a gradualmente não ter de continuar a esconder qual a sua orientação sexual.

Até aqui tudo dentro da normalidade, e o skate dá finalmente grandes passos para uma maior inclusão, ou quase! Sim dizemos quase, pois talvez o tema transexualidade, possa vir a ser um novo assunto desde que conhecemos a história da Hillary Thompson. Hoje conhecemos mais duas skaters trans, com este vídeo.

Temos a certeza que é estranho para muitos, mas para que seja legitimo usar a palavra liberdade em toda a sua plenitude. Como todos nós a gostamos de fazer uso dela, sobretudo naqueles momentos em que outros tentam que tu não sejas tão livre assim. É essencial conhecer um pouco mais sobre toda a diversidade que é o skate de hoje, por muito estranho e colorido que te pareça.

Comentários